Trabalhadores em transporte de SP reforçam mobilização para o #DiadoBasta

dia do basta

Em plenária realizada nesta quinta (02), no Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindmotoristas), os trabalhadores e trabalhadores dos diferentes modais de transporte debatem a centralidade da mobilização da sociedade para o dia 10 de Agosto, Dia do Basta!

Representando a Nova Central, Luizinho, reforçou que “Somente a unidade da classe trabalhadora será capaz de garantir a nossa vitória. Vivemos um momento de muitos desafios, o dia 10 será o dia de nos erguemos para dar um BASTA no desmantelamento do estado de bem-estar social e estado democrático de direito. BASTA desemprego, BASTA de reforma. Vamos à luta companheiros.”

Além disso Luizinho reforçou a importância de elegermos com sabedoria a nossa próxima bancada do congresso.

Entidades presentes: 

Federação dos Ferroviários

Sindicato Rodoviários de SP

Sindicato dos Aeroviários.

Sindicato Rodoviários Bahia

Sindicato Rodoviários do ABC

Sindicato dos Metroviários

CNTTL

NCST

CTB

CUT

UGT

Encaminhamentos da reunião:

Todas as entidades farão mobilizações, de médio a grande porte.

  • Paralisações nos terminais ferroviários de 2h
  • Atrasar saídas.
  • Panfletagem nos metrôs, terminais e ruas.
  • Convocar toda a militância para o ato do dia 10

ORIENTAÇÕES

DIA 10 DE AGOSTO | Em todo o Brasil | Dia Nacional do Basta!

O que é?

Organizado pelas Centrais Sindicais, tem como objetivo paralisar os locais de trabalho e mobilizar as bases sindicais e os movimentos sociais em manifestações de PROTESTO contra o desemprego crescente, contra a retirada de direitos da classe trabalhadora, contra as privatizações, pela revoção da Emenda Constitucional 95 (EC95), da reforma trabalhista e da lei que libera a terceirização irrestrita. Além de alerta sobre a ameaça da Reforma da Previdência e os ataques à Democracia e ao Estado Democrático de Direito.

Serviço

Dia Nacional do Basta! – Em todo o Brasil – 10 de Agosto

São Paulo Em frente à Fiesp, às 10h