Sindicalistas avaliam resultados do mercado de trabalho brasileiro

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo em 12 de abril recebeu mais de mil sindicalistas das centrais sindicais (CUT, Força Sindical, CTB, CGTB e NCST-SP), no qual teve a participação de Dilma Rousseff, pré-candidata a presidente pelo PT, e do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva.mercado

Durante o evento foi apresentado um documento elaborado pelo DIEESE, que apontou um crescimento e melhorias nos principais indicadores do mercado de trabalho, além de crescimento da ocupação, queda do desemprego, aumento da formalização e redução da informalidade, aumento da massa salarial, discreta recuperação do salário médio, crescimento do valor real do salário mínimo, e resultados positivos nas negociações salariais.

Em seu discurso, o presidente da Nova Central Nacional, José Calixto Ramos, cobrou do presidente Lula uma posição referente ao debate sobre Unicidade e Pluralismo Sindical, pois segundo ele o governo não pode ficar de fora desta discussão.

Ele também ressaltou que apesar dos avanços conquistados pelos trabalhadores nesta gestão, que ainda tem vários pontos a serem definidos, e que já estão em discussão como definição do Fator Previdenciário, Regulamentação da Terceirização, Redução da Jornada de Trabalho para 40 horas semanais sem redução dos salários, Convenções 151, 158 e 188 da OIT, e que em breve os trabalhadores entregarão suas propostas para o programa de governo de todos os presidenciáveis.