CENTRAIS CRIAM FÓRUM DO FUNCIONALISMO PÚBLICO.

CENTRAIS SINDICAIS E ENTIDADES CRIAM FÓRUM DO FUNCIONALISMO PÚBLICO PARA DEFESA DOS SERVIÇOS PÚBLICOS

 Na data de 05/09/2017, com intuito de formar frentes de luta e combater o conjunto de propostas formuladas pelo Governo, aprovadas pelo Congresso Nacional e validadas pelo Judiciário, várias Centrais Sindicais reuniram-se e debateram a situação do serviço público e seus servidores.

Compareceram representantes das seguintes Centrais e Entidades: CUT/SP, CTB, INTERSINDICAL, NCST/SP, PÚBLICA, ADUNESP, FESTMESP, SINTAP, STAP, APASE, SINSEXRPO, CORREIOS, APEOESP, INTERSINDICAL, SINDEST, SIND METROVIÁRIOS, SIND. SERV GUARULHOS, STAP GUARULHOS, SINFAR, SINDEMA, SIFUSPESP, SINTRAEMFA, afuse, SINPEEM, ADUNESP, SINDSEP, SINPOLSAN, SINDQUINZE.

A Nova Central Sindical de Trabalhadores de São Paulo foi representada por seu presidente Luiz Gonçalves, acompanhado por diversas lideranças do plano do serviço público da NCST/SP.

Mediante várias intervenções os encaminhamentos propostos apontaram para a formação de um calendário unificado de lutas e mobilizações envolvendo fortemente o funcionalismo público estadual, municipal e federal.

Após os debates em plenário, foi criado o FÓRUM DO FUNCIONALISMO PÚBLICO!

O Fórum caminha agora para construir grande ato contra o desmonte do serviço público, que se tornou alvo do atual governo.

A união de todas as centrais tornou possível o fortalecimento da luta para defender essa categoria que oferece os serviços mais importantes para o país, como a saúde e educação.

Para nosso Diretor Fábio Pimentel ” é fundamental a unificação da luta. Conseguimos reunir a maior parte das entidades representativas do serviço público. Isso é importante não apenas para o fortalecimento da luta dos servidores, mas também na defesa da população que depende do serviço público e sofrerá com a falta de investimento na saúde, educação, transporte e segurança.”

texto por: Mauro Campos (Secretário Estadual dos Servidores Públicos)