Empresários e Trabalhadores Unidos Pela Retomada do Desenvolvimento

Representantes Sindicais no Compromisso Pelo Desenvolvimento. Representantes Sindicais no Compromisso Pelo Desenvolvimento.

Em reunião no Espaço Hakka em São Paulo, na manhã de quinta-feira (3/12), as Centrais Sindicais (Nova Central, CUT, Força Sindical, UGT, CSB, CTB), e entidades empresariais, lançaram um documento em prol da volta do crescimento industrial no Brasil.

A pauta comum aprova, visa cobrar providências do Governo Federal no sentido de retomar os investimentos em infraestrutura, fortalecer o setor produtivo em detrimento do especulativo e valorizar o trabalho. Todos se mostraram favoráveis às investigações da operação lava a jato que apura corrupção na Petrobrás.

Os sindicalistas concordam plenamente com a punição dos culpados, porém, entendem que as empreiteiras e a Petrobrás têm que serem preservadas e voltar suas atividades como forma de preservar os empregos.

“Queremos com esta ação conjunta, superar a crise econômica; combater o desemprego e a recessão e, principalmente, superar a crise política e as desavenças entre poder Executivo e Legislativo”, afirmou Luiz Goncalves (Luizinho), presidente Estadual da Nova Central – SP.

De acordo com ele, apesar de não ter aprofundado o debate sobre a iniciativa do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), em acolher o pedido de “Impeachment” contra a presidenta Dilma Rousseff (PT), a grande maioria dos participantes do evento, classificou a decisão do deputado como “inoportuna” que só “potencializa” a crise política e “agrava” mais ainda a econômica.

Segundo Gonçalves, o Brasil é muito maior que a crise, e o movimento sindical conclamará a sociedade brasileira, especialmente o Congresso Nacional a superar as divergências políticas e se unirem em torno da “Agenda de Crescimento Econômico e Social”, finalizou.