Centrais sindicais aprovam 1º de maio unificado

Em reunião nesta quinta-feira (12), na sede da Nova Central – SP, o Fórum das Centrais Sindicais (NCST, CUT, Força Sindical, CSB, UGT, CTB e Intersindical) aprovaram agenda unificada de luta.

O 1º de Maio das Centrais deste ano será realizado em ato unificado em Curitiba. A conjuntura atual e a prisão do ex-presidente do Lula é algo que afeta todas as centrais e conversa com todos os setores da sociedade, o momento é de união e solidariedade.

Além da bandeira pela liberdade de Lula, o 1º de maio das centrais em Curitiba será pautado também por:

  • Luta contra desemprego
  • Contra a Reforma trabalhista
  • Em defesa da aposentadoria.
  • Fortalecimento do movimento sindical
  • Defesa de políticas públicas

Na próxima quarta-feira (18), às 11h as Centrais Sindicais realizarão coletiva de imprensa para manifestar posição sobre a prisão do ex-presidente Lula e divulgação da agenda de luta, logo após haverá reunião de organização das atividades para o 1º de maio. Tais atos ocorrerão no Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba.

Para o Presidente da Nova Central SP, Luiz Gonçalves, o 1º de maio unificado das centrais será mais um marco no momento histórico que vivemos, e essa união se torna essencial para fortalecer a luta da classe trabalhadora.

Ao fim da tarde serão divulgadas mais informações sobre o ato.