Nova Central se posiciona contra o impeachment da Presidenta Dilma Rousseff

A diretoria da Nova Central Sindical de Trabalhadores reunida em Brasília no dia 07 de dezembro de 2015, deliberou por maioria de seus membros se manifestar publicamente contra o impeachment da Presidenta Dilma Rousseff, por considerar que não existe motivo comprovado para aplicação da extrema medida.

Não é de conhecimento público que a maior mandatária do país seja alvo de quaisquer acusações comprovadas que maculem a sua integridade moral e nem comportamento que possa ser tipificado como improbidade administrativa.

Aqueles que são favoráveis ao impeachment aproveitam-se das chamadas pedaladas. Será que existe algum governo que se proponha a atirar a primeira pedra?

Entendemos que não existe supedâneo na Lei 1.079 de 10 de abril de 1950 e especialmente na Constituição da República. O assunto deixou de ser técnico para tomar um contorno meramente político, recheado de vingança e revanchismo. Para nós está muito claro que este pedido de impeachment, nada mais é do que o reflexo das últimas eleições presidenciais.

Mesmo respeitando as opiniões contrárias, recomendamos aos filiados da Nova Central Sindical de Trabalhadores, que se manifestem perante a sociedade e ao Congresso Nacional contra essa medida que tentam destituir a Presidenta da República, do cargo que conquistou com o voto espontâneo, livre e democrático. Consideramos que medida dessa ordem, não é aproveitável aos brasileiros e tampouco à nação.

Entendemos que é chegada a hora de desprezarmos as divergências políticas, partidárias, ideológicas e darmos as mãos para que possamos, num pequeno espaço de tempo, comemorarmos a retomada do desenvolvimento.

Precisamos urgentemente fazer cumprir a própria Constituição Brasileira, no tocante à sua base institucional, alicerçada nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, independentes, porém, harmônicos entre si.

Contudo estamos experimentando um momento que parece não existir independência dos poderes e muito menos harmonia.

A contribuição de cada brasileiro (a) com apenas uma palavra de apoio à Presidenta da República, é suficiente para que haja tranquilidade na governança e a nação volte ao seu estado de crescimento, para o bem de todos nós.

 

 

timthumb

 

 

JOSÉ CALIXTO RAMOS

Presidente da NCST e CNTI –