NCST-SP no 3° Congresso da Confederação Sindical das Américas

Do dia 26 ao dia 29 de abril está acontecendo no hotel Holliday Inn no Anhembi o 3º congresso da Confederação Sindical das Américas (CSA), onde se reúnem delegados e delegadas de 54 centrais espalhadas por 22 países.

No primeiro dia do congresso foram apresentados balanços das atividades dos comitês da Confederação e a formação dos próximos comitês, como comitê das Mulheres e comitê da Juventude. A CSA busca democracia, igualdade de gênero, protagonismo e empoderamento das minorias no seu plano executivo, formando gestões justas.

Durante a abertura solene do congresso contamos com a presença de nosso ilustríssimo presidente José Calixto, que deu boas vindas as centenas de delegadas e delegados do mundo inteiro que se unem com o objetivo homogêneo de lutar para que trabalhadores e trabalhadoras de toda a América possam ter trabalho digno.

No fim do dia 27 (quarta-feira) tivemos a presença do ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica, que falou sobre a importância da solidariedade no movimento social e na construção de uma pátria socialista “é preciso caminharmos unidos para defender os interesses da sociedade” , o ex- presidente falou também sobre a relação entre os homens e a política, “o homem é um bicho que não vive em solidão. Provavelmente a civilização começou quando alguém em grande apuro gritou: ‘ajudem-me’. Como qualquer animal, temos uma cota de egoísmo saudável”, apontou, ainda sobre egoísmo disse que “ o egoísmo e a solidariedade conformam a civilização,a solidariedade enquadra o egoísmo até certo ponto, somos bons e maus, vivemos essa contradição. Se fôssemos perfeitos não precisaríamos da política.” Questionado sobre a crise política do nosso País, Pepe se posicionou contra o golpe e a favor do governo da Presidenta Dilma, “ é preciso que não só o Brasil, mas que todos os países da América se unam para lutar em favor da democracia, a vida me ensinou muitas coisas, entre elas que o único derrotado é aquele que deixa de lutar, devemos continuar lutando”, afirmou que é preciso evitar retrocessos, e permitir a derrubada de um governo pode trazer consequências inimagináveis não só para o Brasil, mas para toda a América social e economicamente, portanto, buscar a estabilidade política do Brasil e lutar para que direitos já conquistados não sejam extintos é um problema internacional.

O presidente foi aplaudido de pé, Pepe Mujica é capaz de não somente falar de filosofia e política mas de tocar o coração das pessoas com a razão.