Centrais Sindicais Gritam: “Chega de Sustentar Banqueiro”.

A Nova Central e as demais Centrais Sindicais se concentraram na frente do Banco Central na ultima terça feira para protestar contra o aumento dos juros da taxa Selic que já está no alto dos 14,75%.

O grito é geral, porque um novo aumento dos juros mostra que o Banco Central pretende retrair ainda mais a economia, aumentando a recessão e causando mais desemprego.

A Nova Central, representada pelo Presidente Estadual do Estado de São Paulo, Luizinho, disse que a desculpa de aumentar juros para combater a inflação não cola mais, já que a inflação já está em dois dígitos numéricos e não para de subir. Isto é obvio, a inflação não é causada por aumento de demanda, a culpa é da desvalorização do Real perante ao Dólar e do aumento dos preços administrados pelo próprio governo, como os combustíveis e a conta de luz. Sendo assim o impacto do aumento dos juros não vai atingir a inflação. É como tomar um remédio falso para uma doença grave, não vai surtir efeito.

Por que o Banco Central, a mando do governo aumenta os juros então?

Isso é uma forma de transferência de renda, já que com os juros altos, investir no mercado financeiro é mais vantajoso que investir na produção, aí postos de trabalhos são fechados e trabalhadores são demitidos, e com o desemprego e inflação em alta o valor médio dos salários cai. Só os banqueiros e os ricos que tem muito dinheiro para aplicar no mercado financeiro e comprar títulos do governo e assim faturam altos lucros com essa política econômica.

Luizinho diz ainda que é preciso denunciar essa situação e promover grandes manifestações para mudar a política econômica do governo e baixar a Taxa Selic para promover a indústria e os setores produtivos, pois esse setores e que criam empregos de qualidade.

Vamos dar um basta pois continuar essa política vamos aprofundar na crise e viver a maior recessão da história brasileira, e só quem perde com isso é a classe trabalhadora.

 

IMG_6088